PORTAL GWC | GRUPO WEB DE COMUNICAÇÃO

 Miss Brasil | Miss Universo - BELEZA E HISTÓRIA

Em um evento com apresentação de Cássio Reis, a beldade desbancou outras 26 competidoras e terá a oportunidade de representar o país no Miss Universo. 

 

Na fase de perguntas e respostas, a nova Miss Brasil teve de responder qual será a sua estratégia para representar a beleza brasileira internacionalmente.

 

"Através da minha história, vou ajudar as mulheres negras a se acharem mais bonitas e mostrar que elas são capazes de seguirem seus próprios sonhos, assim como eu segui o meu", disse.

 

Monalysa Alcântara foi eleita Miss Brasil 2017 na noite deste sábado, dia 19, em um concurso realizado na cidade de Ilhabela, no litoral de São Paulo.

a

Quem é Mari Brechane, vencedora do Miss Universo Brasil 2023

A estudante de 19 anos se torna a 15ª miss gaúcha e irá representar o país em El Salvador; a 69ª edição.

 

O segundo e o terceiro lugares ficaram com as representantes de Mato Grosso e São Paulo, respectivamente Bárbara Reis e Vitória Brodt.

O concurso aconteceu na capital paulista, no Pátio Welucci.


 

Pela primeira vez, em mais de 70 anos, o regulamento permite que mulheres casadas e com filhos participem do concurso. Elas têm entre 18 e 28 anos.

Antes da vencedora Maria Eduarda Brechane, a coroa pertencia a capixaba Mia Mamede, de 27 anos.


 

Miss Universo 2023

Portal GWV | Grupo Web de Comunicação | Beleza

A nicaraguense Sheynnis Palacios venceu a 72ª edição do concurso Miss Universo, organizado em San Salvador e que pela primeira vez incluiu concorrentes casadas, 'plus size' e duas mulheres trans.

 

Ao lado da segunda colocada, a tailandesa Anntonia Porsild, Sheynnis Palacios, de 23 anos, recebeu a coroa e a faixa de sua antecessora, a americana R'Bonney Gabriel. A australiana Moraya Wilson ficou em terceiro lugar. Esta é a primeira vez que a Nicarágua vence o concurso Miss Universo. Palacios superou 83 concorrentes, que durante a semana participaram nas competições preliminares.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

A representante da Nicarágua destacou em sua resposta final ao júri a importância da igualdade salarial para que as mulheres possam "trabalhar em qualquer área". "Não há limite para as mulheres", disse. A colombiana María Camila Avella, de 28 anos, se tornou a primeira mãe na história do evento a ficar entre as cinco finalistas.

 

Além da colombiana, a guatemalteca Michelle Cohn foi outra mãe que participou no concurso, em uma tentativa da organização tornar o evento mais inclusivo. O Top-20 incluiu a representante de Portugal, a trans Marina Machete, assim como a concorrente do Nepal, Jane Garret, a primeira candidata 'plus size' no Miss Universo. Além de Machete, o concurso teve a participação de mais uma mulher trans, a representante da Holanda, Rikkie Valerie Kolle. A organização do evento anunciou que a próxima edição do Miss Universo acontecerá no México.